RSS

Arquivo da categoria: Suspense Policial

Resenha Sabor de Perigo – Tess Gerritsen

Sabor de PerigoOlá leitores, como vão? Final de ano chegando não é mesmo? Que tal já começar o planejamento dos livros que desejam ler em 2016? Estão com dúvidas? Então não podem deixar de ler a resenha deste livro da aclamada autora Tess Gerritsen. Tenho certeza que vão gostar muito, então vamos a resenha…..

Nina está realizando o sonho de sua vida, ou seja, o dia de seu casamento com um renomado médico chegou, tudo está perfeito até o momento do elance matrimonial, onde um dos padrinhos lhe entrega um bilhete de Robert (o noivo). No bilhete, Nina recebe a pior notícia que toda e qualquer mulher jamais imagina acontecer: Robert desiste do casamento sem nenhuma explicação plausível. Após todos os convidados e familiares deixarem a igreja chocados com o acontecimento, o reverendo Sullivan se oferece para levar Nina para sua residência. No momento que estão no estacionamento, a igreja vai pelos ares em uma enorme explosão!!! Se o casamento não tivesse sido cancelado, todos estariam mortos e, a partir desse momento as suspeitas com relação a Robert aumentam!!!

Enquanto isso o policial Samuel Navarro (mais conhecido como “Sam”) lidera a equipe do esquadrão anti-bombas da cidade americana de Portland. Uma semana antes da igreja sofrer um ataque de bomba, um armazém foi alvo de explosões com uma carga altíssima de dinamite e, segundo sua equipe o detonador só poderia ter sido feito por um profissional, colocando a população em um pânico crescente, pois o responsável pelos ataques é totalmente meticuloso, organizado e inteligente, fazendo com que pela primeira vez em toda sua carreira prestigiada, Sam começa a duvidar de sua própria capacidade e começa a pensar que talvez seja hora de se aposentar. Porém para a surpresa de nós leitores, durante o desenrolar da história, Sam recebe um estímulo que o fará caçar o maníaco por atentados de todas as maneiras, mesmo que isso venha a colocar sua própria vida em perigo.

Agora, se vocês pensam que Nina já passou por muita coisa após ser abandonada no altar da igreja e ter quase sito vítima de uma explosão, vocês estão redondamente enganados!!!! Ela ainda descobre que seu noivo estava tendo um caso com uma outra mulher, em uma perseguição seu carro é colocado para fora da estrada capotando inúmeras vezes e, além disso parece que ela é o principal alvo de um psicopata que deseja sua morte de toda e qualquer maneira. Vocês acham que Nina vai conseguir sobreviver a todos esses acontecimentos e ter um final feliz? Bom, certamente vocês só vão encontrar as respostas para isso lendo essa sensacional trama!!!!

Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima pessoal.

Um abraço.

Alexandre Costa.

 

 

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19/12/2015 em Suspense Policial

 

Resenha O Predador – Tess Gerritsen

O PredadorOlá amados leitores, como vocês estão? Espero que estejam muito bem e com a leitura em dia, caso contrário essa resenha que trago a vocês hoje é eletrizante e de tirar o fôlego, ainda mais para os fãs de suspenses policiais com uma bela pitada de trilher médico envolvido!!!!

A trama se passa em dois países diferentes: África do Sul e Estados Unidos, pois a autora se empenhou de forma brilhante em trazer ao leitor flash backs durante a narrativa entre esses dois países, para que os acontecimentos pudessem ser entendidos perfeitamente durante o decorrer da fascinante história.

Millie está em um safari na África do Sul com seu noivo Richard e mais seis pessoas para viver uma experiência de acampar por alguns dias em plena selva na companhia de animais selvagens, além de conviver com insetos, desconfortos e etc, tudo para realizar o desejo de seu noivo. Porém essa aventura se transforma em uma verdadeira caçada assassina, pois eles não imaginam que estão diante de algo muito pior que os animais selvagens. Só por essa parte, já dá para notar o suspense que a trama nos reserva não é mesmo?

Enquanto isso, nos Estados Unidos, mais precisamente na cidade de Boston, a detetive Jane Rizzoli e a patologista Maura Isles, amigas de longa data e companheiras de trabalho estão diante de um enigma: uma série de assassinatos vem ocorrendo de forma muito estranha e sem nenhum padrão, o que está deixando a população em pânico geral. Tudo começa quando um famoso taxidermista é encontrado esviscerado em sua própria garagem em uma cena de terror. Estão assustados? Não viram nada ainda!!!!

Durante o andamento da investigação, a detetive Jane e sua equipe de peritos da divisão de Homicídios não conseguem identificar a identidade da pessoa que vem cometendo essa sequência de crimes hediondos, até que com a ajuda de seu marido, Gabriel Dean (agente do FBI), eles conseguem uma prova reveladora: O caso deles tem um elo com a carnificina que ocorreu há 6 anos no safari em Botsuana (África do Sul).

Porém para não deixarem passar nenhum detalhe, Gabriel e Jane embarcam para outro país para tomar depoimento da única pessoa que conseguiu sobreviver a todo o horror que aconteceu no Safari.
Imagino que vocês estão curiosos para saber quem é a pessoa que sobreviveu heroicamente em Botsuana e também para saber quem é o assassino capaz de cometer todos esses atos horrendos não é mesmo pessoal? Infelizmente eu não posso dar mais nenhuma dica a vocês, caso contrário vai estragar a surpresa, mas posso adiantar que o final é surpreendente!!!!

Antes de finalizar a resenha, não recomendo a leitura deste livro para pessoas que nunca leram algo do gênero. Já para os que amam de paixão esse gênero, aqui está uma excelente dica para vocês!!!

Vou ficando por aqui e, espero que tenham gostado da resenha. Até a próxima.

Um abraço.

Alexandre Costa.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18/12/2015 em Suspense Policial

 

Resenha O Colecionador de Peles – Jeffery Deaver

O Colecionador de PelesOlá Leitores!!!! Aqui estou eu novamente trazendo mais uma resenha e, essa é daquelas de arrepiar a alma só pelo nome do livro, uma trama de tirar o fôlego escrita pelo talentoso autor Jeffery Deaver.

Para quem ainda não conhece as obras do autor, ele é famoso pelo livro “O Colecionador de Ossos” (em breve resenha aqui), o qual virou filme e foi para as telas do cinema com enorme sucesso pelos astros de Hollywood, Denzel Washington e Angelina Jolie. Esse livro é continuação do Colecionador de Ossos, porém não precisam ser lidos na sequência, pois as histórias não tem relação uma com a outra.

Um maníaco está à solta em Nova York fazendo vítimas (tanto homens quanto mulheres), assassinando as pessoas de uma forma jamais vista pelos investigadores do caso: O psicopata tatua as vítimas usando veneno letal em seus corpos!!!! Confesso a vocês que certas partes da história são de arrepiar a alma, pois nunca tinha lido nada parecido.

Diante deste cenário, o criminologista Lincoln Rhyme e sua fiel escudeira em investigações, Amélia Sachs tentam ajudar e prever onde será o próximo ataque do psicopata e qual será a sua próxima vítima, baseado em estudos de hora e local, pois o método utilizado por Rhyme leva a crer que o assassino está usando os locais por conhecer perfeitamente as regiões de Nova York. Mas o que no início parece se tratar apenas de casos de homicídios, logo Rhyme e sua equipe descobrem que as mortes são apenas uma fachada para um plano de proporções ainda piores do assassino.

O que mais surpreende nesta eletrizante narrativa criada pelo autor é que, o personagem principal, o criminologista Lincoln Rhyme é deficiente físico (tetraplégico). Imaginem então o desafio que ele tem pela frente para desvendar todo o quebra-cabeça e, identificar e levar a justiça o responsável por todas as mortes.

Vocês devem estar se perguntando o que levou Rhyme a ficar neste estado físico. Isso vocês vão descobrir apenas durante essa fascinante leitura. Além disso, nada é o que parece ser (adoro usar essa frase kkk), pois o psicopata é a pessoa que menos se desconfia durante a trama e, o pior de tudo: ela tem acesso a qualquer lugar sem causar desconfianças, porém se estão pensando que a pessoa é um policial, estão totalmente enganados!!!

Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima pessoal.

Um abraço!!!

Alexandre Costa.

 
1 comentário

Publicado por em 16/12/2015 em Suspense Policial

 

Resenha Gélido – Tess Gerritsen

GélidoOlá leitores, tudo bem? Estou de volta para trazer a vocês a resenha do livro Gélido da autora Tess Gerritsen. Eu já tinha ouvido falar muito bem deste livro, mas a capa dele me deixava com um ponto de interrogação. Mas esse ponto de interrogação resultou em uma surpresa maravilhosa, pois amei a narrativa da trama, com muitas coisas fantásticas e aterrorizantes acontecendo ao mesmo tempo. Então acredito que vocês vão ter muito prazer em ler este livro.

A história começa com a patologista Maura Isles tendo que viajar para um congresso de Medicina. Durante esse congresso, Maura encontra em velho amigo dos tempos de faculdade. Após algumas conversas, Doug convida a patologista para uma aventura de esqui em uma pacata e remota região chamada Kingdom Come. Juntamente com eles, embarcam nessa aventura a filha de Doug, Grace, e seus melhores amigos Arlo e Elisa.

Um destaque nessa parte é que mesmo o livro sendo de suspense, a figura hilária de Arlo nos faz rir em muitas partes da história, então posso dizer a vocês que um pouco de diversão não falta nesta trama.

Porém um momento de alegria e descontração para essas pessoas acaba se tornando um pesadelo de grandes proporções quando uma nevasca os deixa completamente perdidos em meio a uma floresta com um carro avariado dentro de uma vala. Nesse momento, o desespero começa a tomar conta dos personagens, pois enquanto alguns permanecem otimistas, alguns ficam totalmente pessimistas e começam reclamar de tudo e de todos.

Sem muitas opções com o carro avariado, o grupo pega somente o necessário para uma caminhada em busca de ajuda e abrigo para pedir resgate.

Leitores, vocês não imaginam o que vai acontecer deste ponto em diante, pois se pensam que nada pode ficar ainda pior nesta situação enfrentada pelos personagens, vocês ainda vão se surpreender e muito com tudo o que ainda tem para acontecer. Só posso dizer que o pior ainda está por vir!!!!

Enquanto isso em Boston, a detetive Jane Rizzoli que agora é uma mamãe (sim a policial durona se tornou mãe), está investigando alguns casos de homicídio e, até o momento não imagina que sua melhor amiga (Maura) está desaparecida, até que um amigo lhe informa que a patologista não está retornando suas ligações e, não retornou a Boston na data programada. Diante deste fato, Jane e seu marido, o agente do FBI, Gabriel Dean partem em busca do que pode ter acontecido com Maura. O casal não tem ideia do que os aguarda, pois nem mesmo tem certeza do que ocorreu e se a amiga ainda se encontra viva.

Além de estar vivendo o horror de estar em uma floresta no meio do nada, sem comunicação com o mundo exterior, presa diante da nevasca e com acontecimentos cada vez mais sinistros, Maura ainda tem um problema pessoal para resolver: A pessoa pela qual ela está apaixonada é um homem que não pode se dar ao luxo de ter uma relação amorosa e afetuosa. Isso está fazendo Maura sofrer mais do que o necessário em um momento que precisa resguardar todas as suas forças para se manter viva. Já podem imaginar que a história é repleta de pontos de interrogações não é mesmo?

Se vocês estão achando que a trama já está de bom tamanho, ainda tenho mais algumas surpresas. Durante as investigações sobre o que ocorreu com Maura e seu paradeiro, os investigadores descobrem que um assassinato em massa ocorreu na região de Kingdom Come, algo parecido com o que aconteceu em Jonestown pelo líder religioso Jim Jones. As semelhanças dos acontecimentos fazem com que a polícia do condado local, comece a investigar mais fundo os passos do líder religioso da região que tem uma legião de seguidores e comete atos ilícitos. O restante felizmente vocês só vão descobrir durante a leitura meus amados e não de minhas próprias palavras!!!!

Nesta excelente história criada pela autora Tess Gerritsen, a lição que tiramos é que a amizade prevalece acima de tudo, nenhum poder sobrevive impune aos crimes cometidos, o amor muitas vezes não é algo tão maravilhoso quanto se espera e, o instinto de sobrevivência do ser humano é algo impressionante, além do amor incondicional entre o homem e o cachorro. Se ainda existe alguma dúvida com relação a isso na mente de vocês, esse livro esclarece esse fato!!!

Bom, vou me despedindo e espero que tenham gostado da resenha!!!

Até a próxima.

Alexandre Costa.

 
1 comentário

Publicado por em 14/12/2015 em Suspense Policial

 

Resenha Tríptico – Karin Slaugther

TrípticoOlá amados leitores!!!! Hoje estou aqui para resenhar a vocês essa eletrizante trama da autora Karin Slaugther. Bom antes de iniciar, acredito que a maioria não sabe o significado da palavra “Tríptico”, então vamos ao significado: “É um conjunto de três pinturas unidas por uma moldura tríplice (dando o aspecto de serem uma obra), ou somente três pinturas juntas formando uma única imagem. Considerada uma criação cristã, é atualmente não somente utilizado em quadros devocionais, pois, muitos artistas usam principalmente em pequenas coleções”.

Bom, sobre a história, confesso a vocês que eu fiquei diversas vezes, intrigado, pensando no que cada uma das tramas secundárias levaria. Seja nos bairros mais ricos de Atlanta, aos conjuntos residenciais mais pobres da cidade, um assassino tem deixado suas marcas, cortando a língua de suas vítimas, até então um quebra cabeça totalmente com peças faltantes para a polícia dar andamento à investigação.

Sobre os principais personagens da trama, somos apresentados ao veterano detetive Michael Ormewood, que tem um filho deficiente mental e cujo casamento está por um fio, além de que sua arrogância e temperamento explosivo, ameaçam sua carreira. Em alguns momentos senti muita pena desse personagem, porque as coisas que acontecem durante o enredo nos emocionam, porém se querem descobrir mais alguma coisa, a minha dica é que comecem a ler agora!!!!

Angie Polaski, uma bela policial que tem uma ligação com Michael do passado é encarregada de se infiltrar disfarçada em um mundo sombrio e cruel da prostituição nas ruas da cidade, para investigar ataques às mulheres e identificar o responsável. Vocês devem estar pensando, qual a relação de Angie com Michael não é mesmo? Bom, infelizmente não posso dizer a vocês se essa relação é de amizade, família e etc. Vão ter que descobrir por vocês mesmos!!! E sim, sou maldoso em não dar muitas dicas!!!!

Com o avanço das investigações e, as pistas cada vez mais escassas, Angie e Michael recebem a ajuda de Will Trent, investigador do Estado da Geórgia, que também tem uma relação do passado com Angie Polaski. Will além de reviver momentos que não gostaria em sua vida, ainda precisa lidar com seus problemas com a dislexia e os demônios de seu passado que vivem o atormentando. Será que ele será de grande ajuda ao Departamento de Polícia local ou, poderá colocar tudo a perder? Estão percebendo o quanto à trama é sensacional e repleta de detalhes entrelaçados entre os três personagens citados acima? Por isso o livro recebeu no nome de Tríptico.

Se isso tudo ainda fosse pouco para os investigadores, surge uma nova preocupação: John Shelley, um ex-presidiário que após cumprir pena por 15 anos, é libertado em condicional por bom comportamento e, tem a chance de recomeçar a vida com um emprego honesto, porém questões não resolvidas de seu passado voltam para um verdadeiro acerto de contas. Porém Shelley não faz ideia do que está enfrentando e precisa mais do que nunca salvar a sua vida e, mais do que isso limpar o seu passado para exterminar de vez os demônios que o perseguem. Porém sem o apoio da família, com a polícia desconfiando de sua história, será que ele vai conseguir? Infelizmente não posso dizer a vocês!!!

Eu não conhecia essa autora, porém quando vi o livro e li a sinopse, a história me envolveu tanto que fiz questão de ler e, digo a vocês: foi uma verdadeira surpresa, recomendo de olhos fechado, pois toda a trama é nota dez!!!
Espero que tenham gostando da resenha e até a próxima pessoal!!!

Um abraço.

Alexandre Costa.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13/12/2015 em Suspense Policial

 

Resenha: Chamada a Meia-Noite – Tess Gerritsen

Chamada a Meia-NoiteOlá leitores, como vão? Hoje estou aqui para trazer mais uma resenha da autora Tess Gerritsen. Porém com uma novidade: Esse livro não faz parte da série Rizzoli & Isles (O Pecador, Gélido e O Predador). Chamada a Meia-Noite é um livro independente da autora, onde a mesma mescla de forma muito inteligente romance e suspense. Ficaram animados com essas informações? Então vamos à resenha….

Sarah está em sua casa na capital dos EUA, Washington enquanto seu marido Geoffrey Fontaine está em uma viagem de negócios em Londres (Inglaterra). Após a meia noite, ela recebe uma ligação da polícia, informando que durante um incêndio no hotel, seu marido foi uma das vítimas. Porém o que mais deixa Sarah atônita é que tudo isso ocorreu na cidade de Berlim (Alemanha). Seu marido estava hospedado em um país totalmente diferente do que havia dito a esposa e, a partir deste momento muitas dúvidas começam a colocar a confiança que até então tinha em Geoffrey em dúvida.

Diante disto, o policial do governo americano designado para este caso, Nick O’ Hara, começa a investigar o assassinato de George. Até então muitas coisas não fazem sentido, até que um amigo do FBI informa a Nick que a pessoa que investigam, Geoffrey Fontaine está morto a mais de quarenta anos. Vocês devem imaginar que a partir de agora leitores, a trama vai ficar cada vez mais misteriosa não é mesmo? Confesso que estão cobertos de razão.

Após estar se acostumando com a perda e com o luto pela morte de seu marido, Sarah recebe uma nova ligação com a voz de Geoffrey, deixando-a totalmente confusa. Querendo descobrir o que está acontecendo de verdade, não pensa duas vezes e resolve ir para Londres acreditando que o marido continua vivo. Mas o que parece ser uma boa ideia passa a ser uma descoberta de que tudo em que acreditava em sua vida ao lado do marido era uma verdadeira mentira, pois chegando ao hotel em Londres, Sarah descobre que Geoffrey possui uma residência particular não muito longe deste local e, quando chega a essa residência e não encontra ninguém, pergunta ao vizinho mostrando uma foto de seu marido se ele vai demorar a voltar e, a resposta é surpreendente: “Desculpe, mas o casal fez as malas a duas semanas e ele foi embora com sua esposa Eve.” Meus amados leitores, imaginem descobrir que o marido tem uma vida em outro país com outra mulher e etc. Só posso dizer que isso é apenas o começo do que Sarah ainda vai descobrir nesta trama sensacional!!!!

Em choque com a notícia de que a pessoa que mais ama no mundo tem uma vida dupla, Sarah não sabe de vai ter forças para continuar a entender o que está acontecendo. Como se ainda não tivesse muitos problemas, Sarah ainda é acusada de ser a principal suspeita de um assassinato e, estar na mira da CIA e de um matador de aluguel, que não mede esforços para obter todas as respostas. O que acham leitores? Sarah vai conseguir sair desta situação embaraçosa e ainda descobrir do que se tratam todos esses mistérios? Seu marido ainda está vivo? Se está, qual será a explicação dele para todas as perguntas que Sarah ainda não tem resposta? Certamente vocês só vão descobrir essas respostas fazendo a leitura deste livro.

Minha opinião sobre esta trama é que ela é uma leitura muito prazerosa da primeira a última página, pois a cada novo capítulo a autora nos premia com muitas variáveis, mistérios e reviravoltas, as quais em determinados momentos eu fiquei em dúvida se realmente estava no caminho certo para montar a última peça do quebra-cabeça. Mesmo que vocês acreditem que estão no caminho certo para descobrir tudo o que envolve a história, vão se surpreender e muito no final.

Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima!!!

Um abraço.

Alexandre Costa.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13/12/2015 em Suspense Policial

 

Resenha A Caçada – Clive Cussler

A Caçada.inddOlá pessoal, tudo bem? Hoje vou apresentar para vocês a resenha do livro A Caçada do autor Clive Cussler. Acreditam que esse foi o primeiro livro que li do gênero policial? Vocês não imaginam como esse livro foi importante para que eu me apaixonasse por esse gênero literário. Bom agora chega de papo e vamos a resenha!!!!

A história se passa pelo início de 1900 nos Estados Unidos, onde um ladrão de bancos está deixando as autoridades locais, banqueiros e empresários de cabelo em pé, pois, o Assaltante Açougueiro como a mídia o chama, planeja muitos bem tanto os assaltos como sua fuga, fazendo com que a polícia seja taxada de incompetente.
Após o ladrão executar mais um assalto perfeito deixando vítimas mortas e fugindo sem deixar nenhum rastro com o dinheiro roubado, as autoridades solicitam ajuda para a renomada agência de detetives Van Dorn, a qual enviam seu melhor detetive para investigar os roubos e crimes cometidos em cidades mineradoras dos EUA.
Isaac Bell, é um detetive muito inteligente e que dispõe dos melhores recursos a sua disposição para começar a planejar de que forma pode identificar e levar em custódia o Assaltante Açougueiro.

A trama é muito bem narrada pelo autor, que consegue deixar o leitor cada vez mais impressionado com a riqueza de detalhes e reviravoltas muito bem encaixadas no enredo.
Conforme a história vai se desenvolvendo, Bell está cada vez mais desanimado em não obter nenhuma informação sobre o ladrão de bancos, até que uma pessoa lhe dá uma informação valiosa sobre o possível suspeito e, aí começa realmente a verdadeira “caçada” em busca do criminoso. Porém o detetive nem em seus melhores sonhos pode imaginar que também está tendo seus passos vigiados por uma pessoa muito próxima do vilão. É nesse momento que Bell precisa elevar seus níveis de investigação e inteligência para que sua própria vida não comece a correr perigo. Como se isso ainda não bastasse, o vilão é a última pessoa que vocês podem imaginar, o que certamente dá um clímax sensacional a toda trama. Como dizem: “eu desconfio inclusive da minha própria sombra”, então vão ler para descobrir esse maravilhoso mistério!!!!

Além disso, Bell apesar de todo o seu charme e elegância é um homem solteiro que até então nunca havia conhecido uma dama que fisgasse seu coração. Nesta trama algumas pretendentes irão aparecer, porém não posso dizer se no final da história ele realmente vai encontrar sua alma gêmea, mas com certeza vocês vão gostar e muito dessa parte também.

Em um momento chave da trama, todos nós sabemos que não existe crime perfeito e, por mais inteligente e metódico que um fora da lei seja, chega um momento que ele se sente tão confiante que acaba cometendo pequenos erros, o que são suficientes para que o detetive Isaac Bell finalmente consiga reconhecer a identidade do Assaltante Açougueiro e impedir que ele faça um novo assalto e mate as vítimas, levando o criminoso a custódia.

Confesso a vocês que eu adorei tanto esse livro ao ponto de ler ele por duas vezes e, é como se estivesse lendo pela primeira vez. Sempre gostei muito da época em que não se tinha telefone, computadores e todos os recursos que temos disponíveis atualmente, então o autor se superou em escrever um livro investigativo relembrando como era árduo e difícil o trabalho policial naquela época em que, o recurso para comunicação entre as agências era apenas por meio de telégrafo (isso quando as linhas não estavam interrompidas devido ao mau tempo), os meios de deslocamento eram feitos por trens ou cavalos, pois somente os mais ricos podiam se dar ao luxo de ter um automóvel. Então diante desses detalhes, vocês imaginam a grande aventura que Isaac Bell viveu em seus dias de caçada ao Assaltante Açougueiro.

Bom pessoal, vou encerrando a resenha por aqui e esse é um livro que eu recomendo e muito para vocês lerem, pois certamente vão gostar muito.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13/12/2015 em Suspense Policial